logo medita religion senso.jpeg

MEDITAÇÃO e RELIGIÃO

Prof.Dr. Roberto Simões

 

 

Meditação e religião sempre estiveram interligadas. É absolutamente recente o seu desvinculamento. Esse fato decorre de um aparente enfraquecimento da religião nas sociedades modernas. Entretanto, a meditação surge, atualmente, inspirada por motivos “espirituais” e não “religiosos”, dizem alguns. Em outras palavras, é como se afirmassem a meditação perdendo a sua tônica religiosa e transformando-se em “espiritualidade” (apenas). Sob a tutela mascarada de espiritualidade o ioga se imbrica com a ciência como legitimadora de sua existência terapêutica. Toda a sua ligação com as escrituras religiosas como a do Hinduísmo, do Ioga e Budismo, se desfaz. Agora, a meditação parece se vincular exclusivamente a neurofisiologia biomédica no arrefecimento de doenças modernas, como estresse, ansiedade e depressão. O efetivo conhecimento das relações da meditação com a religião pode nos permitir compreender a sua expansão entre nós como uma prática pretensamente laica e secular. O que na verdade revela apenas os sinuosos caminhos que os homens e mulheres fundam na contemporaneidade em busca do sentido transcendente das suas vidas. Seja intermediação de anjos ou na espera de um messias, o que diferencia a meditação aqui é que a sua linguagem religiosa se ressignificou na busca por reestabelecer por exemplo na “harmonização energética” ou “observação passiva dos pensamentos”. No fundo, o que nos mostra a expansão e popularização da meditação, pode estar em uma nova estratégia para o fim do sofrimento, elemento constituinte de qualquer das religiões.

O curso pretende abordar o assunto de forma prática e teórica. Por meio de instruções básicas introduziremos os participantes no estado meditativo para que possam vivenciar por si mesmos o conhecimento advindo de processos contemplativos. Por outro lado, a base teórica (aspectos neurofisiológicos e implicações sociológicas) permitirá que tenhamos uma perspectiva da meditação além das impressões pessoais, aumentando o repertório de cada participante sobre as escrituras religiosas/espirituais e científicas que tiveram por base as impressões advindas de meditadores experientes. 
 

 

Objetivos

É objetivo do curso introduzir os conceitos básicos da meditação, de tal forma que os inscritos estejam aptos a iniciar suas práticas contemplativas sozinhos. Aos que já praticam, estes terão a oportunidade de se aprofundar nos caminhos neuroquímicos que a meditação modifica no cérebro. Além disso, ampliaremos o leque de percepção sobre o ato de meditar de forma não dogmática, ou seja, caminhando por entre escrituras antigas como as do budismo, hinduísmo e do yoga, mas contextualizando suas origens e influências sociais e filosóficas.

Estrutura Didática

Contexto e Origem: 

a) Contextualizando religião e meditação;
b) Meditação e a busca de Si-mesmo e Deus;
c) Hinduísmo e a meditação yogue

Panorama geral acerca da relação religião/meditação: 

a) Yoga-Sutras de Patanjali e a primeira sistematização da meditação no Yoga;

b) Como meditam os Budistas;
c) O movimento religioso Nova Era e a meditação como terapia de harmonização dos corpos sutis;

d) Cientistas-gurus ensinam a meditar: a compreensão da meditação enquanto uma prática exclusivamente fisiológica, secular e distante do campo religioso.

Novos bens de salvação advindos da meditação: 

a) O estresse como obstáculo espiritual;
b) Meditação, saúde e salvação pelo relaxamento;
c) Novas formas de meditar, a busca pela homeostase divina e as religiões terapêuticas.

Link para material didático no Mindmeister (Mapa Menta):

https://www.mindmeister.com/1069837476/medita-o-e-religi-o