Projeto yoga na quebrada

Prof.Dr. Roberto Simões

O Projeto Yoga Quebrada surge em 2017 e é fruto dos meus 10 anos de investigação acadêmica do Yoga como fenômeno religioso na sociedade brasileira. Será uma série de entrevistas com uma geração nova de yogis brasileiros. Estes estão levando o yoga para uma parte da cidade negligenciada em mais de 50 anos de história do yoga no país e América Latina. O yoga nas periferias dos grandes centros urbanos brasileiros sempre foi um reduto a ações de "caridade" de yogis mais bem afortunados - o que no microuniverso do yoga denomina de "Seva", palavra em sânscrito que pode significar "serviço abengado". Entretanto, de uns anos pra cá vem surgindo uma geração de yogis brasileiros deslocando a filosofia espiritual indiana - e curtida no catolicismo popular, espiritismo brasileiro e religiões afrobrasileiras - recentemente o Santo Daime também vem se sincretizando ao Vedanta e aos Sutras de Patanjali - para o trabalho (e não fazer caridade) aos bairros mais afastados, marginais, periféricos das cidades - na quebrada mesmo.